China nega entrada de equipe de resgate britânica no país

Londres, 17 mai (EFE) - Autoridades chinesas negaram a entrada no país de uma equipe de resgate britânica que pretendia fornecer ajuda nas regiões afetadas pelo terremoto que, na última segunda-feira, atingiu a China e já deixou pelo menos 29 mil mortos, informou hoje a emissora pública BBC.

EFE |

Ainda não foram explicados os motivos da decisão que fez com que os dez membros da equipe que chegou a Hong Kong na quarta-feira fossem obrigados a voltar para o Reino Unido.

Segundo Derek Jolly, um dos integrantes da equipe, o Governo chinês tinha prometido inicialmente os vistos, mas, ao chegar ao país, "as regras mudaram de repente".

"O que é decepcionante é que o Governo chinês nos enviou inicialmente uma lista de coisas que precisavam para a ajuda", disse Jolly.

Entre os equipamentos levados pela equipe britânica estavam instrumentos para detecção de vozes e um medidor de dióxido de carbono, que pode revelar se uma vítima inconsciente está sob os escombros.

Para Jolly, uma possível razão para sua entrada ter sido impedida pelo Governo chinês foi a falta de infra-estrutura para grupos de resgate estrangeiros na zona afetada pelo terremoto, cujo epicentro foi na região de Wenchuan.

O presidente da China, Hu Jintao, pediu hoje em Wenchuan que se aumentem os esforços para salvar os soterrados. EFE pa/rr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG