China manifesta indignação com venda de armas dos EUA a Taiwan

PEQUIM (Reuters) - A China advertiu os Estados Unidos no sábado (horário local) de que o anúncio norte-americano de vender armas a Taiwan prejudicaria as relações entre os Estados Unidos e o governo chinês e teria um impacto negativo sério na cooperação entre as duas potências. Os comentários foram feitos pelo vice-ministro do Exterior, He Yafei, que disse que seu governo estava muito indignado com a venda de armas para Taiwan, considerada pela China uma província separatista.

Reuters |

Seus comentários foram publicados no site do ministério na Internet.

O governo de Barack Obama deve notificar nesta sexta-feira o Congresso dos Estados Unidos sobre sua primeira proposta de venda de armas a Taiwan, um pacote de 6,4 bilhões de dólares.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG