China já fechou mais de 700 sites em campanha antipornografia

Pequim, 20 jan (EFE).- A campanha antipornografia lançada pelo Governo do Partido Comunista da China (PCCh) contra os principais portais chineses, incluindo Google e Baidu, teve como saldo o fechamento de 726 sites desde 5 de janeiro.

EFE |

Em comunicado publicado hoje, o Escritório Especial de Operações para Conter os Conteúdos Lascivos na Internet informou que um terço dessas páginas não estavam registradas e violavam as leis chinesas em matéria de distribuição de conteúdos sexuais.

A campanha, de um mês de duração, foi iniciada pelo Escritório de Segurança Pública, pelo Executivo, pelo Ministério de Cultura, e por outras quatro agências governamentais.

A China já é o maior mercado de internet do mundo, com quase 300 milhões de usuários, à frente dos EUA. Porém, o regime do PCCh é também um dos mais censores, segundo relatórios de ONGs como Repórteres Sem Fronteiras (RSF) ou Human Rights Watch (HRW). EFE mz/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG