atividades separatistas - Mundo - iG" /

China insta Dalai Lama a deixar atividades separatistas

A China pediu nesta terça-feira ao Dalai Lama que suspenda suas atividades separatistas, cinco dias depois de o líder espiritual tibetano no exílio ter afirmado que soldados abriram fogo contra uma multidão no sudoeste da China.

AFP |

"Esperamos que deixe suas atividades separatistas e faça mais contribuições ao desenvolvimento do Tibete e a sua terra natal", declarou um porta-voz do Ministério chinês das Relações Exteriores, Qin Gang, em resposta a uma pergunta sobre esse incidente.

O comentário foi feito cinco dias depois de o Dalai Lama ter afirmado que soldados chineses haviam disparado contra a multidão, na segunda-feira 18 de agosto na cidade de Garze, na remota região ocidental de Sechuan.

mbx/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG