China inicia missão diplomática para recuperar diálogo de 6 lados

Pequim - O governo chinês anunciou hoje o início de uma missão diplomática que viajará a Estados Unidos, Rússia, Japão e Coreia do Sul com o objetivo de tentar recuperar as negociações de seis lados para a desnuclearização da Coreia do Norte.

EFE |

O porta-voz de turno do Ministério de Assuntos Exteriores, Qin Gang, explicou que o objetivo da viagem é "trocar pontos de vista" com estes quatro países, mas não detalhou o calendário nem a ordem das visitas.

O vice-ministro de Assuntos Exteriores, Wu Dawei, será o diplomata enviado por Pequim para reiniciar os contatos, suspensos depois dos testes nucleares de Pyongyang.

No entanto, a missão diplomática chinesa evita, por enquanto, passar pela Coreia do Norte, embora não descarte a negociação direta com o regime liderado por Kim Jong-il se as respostas obtidas forem favoráveis.

"A itinerário (do enviado diplomático) depende da consulta com as partes relevantes", detalhou Qin.

Leia mais sobre: China

    Leia tudo sobre: chinacoréia do nortecoréia do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG