semi-independência não são opções para o Tibete - Mundo - iG" /

China: Independência ou semi-independência não são opções para o Tibete

Pequim, 6 nov (EFE).- Qualquer tipo de independência para o Tibete está excluída, assim como a semi-independência, disse um alto funcionário chinês aos representantes do dalai lama esta semana, informou hoje a agência oficial Xinhua.

EFE |

Segundo a fonte oficial chinesa, Du Qinglin, dirigente do Partido Comunista da China (PCCh) responsável pelas relações com os grupos chineses não comunistas, excluiu qualquer forma de independência para a região autônoma chinesa do Tibete, em suas conversas com os enviados do dalai lama.

Du Qinglin e os enviados do líder religioso e político tibetano se reuniram até esta quarta-feira, em Pequim, e o representante do Governo chinês disse que "independente do tempo ou das circunstâncias, a independência do Tibete não é um assunto a ser tratado".

"A 'semi-independência' ou independência disfarçada não é uma opção", disse Du Qinglin aos enviados do dalai lama, segundo a agência oficial chinesa.

Uma delegação de cinco membros representantes do líder tibetano, que vive no exílio há quase meio século, concluíram ontem dois dias de conversas com funcionários do Governo e visitaram, acompanhados por eles, a região autônoma muçulmana de Ningxia, onde receberam explicações de como vivem as minorias. EFE pc/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG