China inclui Pepsi e Coca-Cola em lista de mais poluentes

Pequim, 20 ago (EFE).- As companhias Pepsi e Coca-Cola, assim como outras multinacionais, foram incluídas na lista das empresas que requerem supervisão especial meio ambiental, elaborada pela Comissão de Reforma e Desenvolvimento de Pequim, a agência de planejamento econômico da capital chinesa.

EFE |

Segundo informou hoje a agência oficial de notícias "Xinhua", o organismo publicou uma lista com 27 empresas que, por seu grande consumo energético e de recursos hídricos, deverão ser controladas de modo especial pelas autoridades.

Assim, estarão submissas a inspeções ambientais mensais a partir deste mês, embora a Comissão de Reforma e Desenvolvimento de Pequim não tenha especificado em que dia exatamente.

Segundo o porta-voz da cidade Ma Jing, a iniciativa coincide com os objetivos ambientais fixados para a capital chinesa no 11º plano quinquenal (2006-2010) elaborado pelo regime comunista, que consistente em reduzir em 4% o consumo energético médio.

"Se essas empresas fizerem um pouquinho mais na produção limpa, contribuirão muito para a economia de água e energia. Essa é a razão de estarem na lista", completou Ma.

No entanto, as companhias implicadas, entre as que também estão a montadora Daimler-Chrysler, a química americana Praxair e a cervejaria chinesa Tsingtao, se mostraram receosas com a publicação da lista.

Coca-Cola e Pepsi emitiram comunicados assegurando que suas fábricas na China já tomam as medidas adequadas para reduzir o impacto no meio ambiente. EFE gmp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG