China executa mais três japoneses por tráfico de drogas

Pequim - Três japoneses foram executados nesta sexta-feira na China por tráfico de drogas depois que, na última terça-feira, outro cidadão do mesmo país foi morto pelos chineses após ser condenado também por tráfico, informa a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

Há algum tempo, Pequim tinha informado a Tóquio que executaria os três narcotraficantes, de nomes Teruo Takeda (de 67 anos), Hironori Ukai (48 anos) e Katsuo Mori (67 anos).

A imprensa japonesa informou que os familiares dos três condenados tinham se reunido na quinta-feira com eles nos respectivos centros penitenciários onde se encontravam.

Takeda foi acusado de comprar cerca de 5 quilos de estimulantes em junho de 2003, Ukai foi detido um mês depois com 1,5 quilos de drogas que pretendia levar ao Japão saindo do aeroporto de Dalian e Mori foi condenado por tentativa de contrabando de 1,25 quilos de drogas não especificadas.

A execução, na última terça-feira, de Mitsunobu Akano, de 65 anos, foi a primeira aplicada a um cidadão do Japão na China desde que os países normalizaram seus laços diplomáticos em 1972.

Akano foi condenado à morte em junho de 2008 após ser detido em 2006 com 2,5 quilos de entorpecentes que pretendia levar ao Japão, também partindo do aeroporto de Dalian.

    Leia tudo sobre: china

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG