China e Taiwan se reunirão no mês que vem para diálogo

TAIPEI (Reuters) - O Partido Comunista da China e o partido governista de Taiwan vão se encontrar no mês que vem, deixando de lado anos de desconfiança mútua, para discutir planos de cooperação financeira e investimentos, informou uma autoridade ligada a um dos partidos na segunda-feira. O Partido Nacionalista de Taiwan (KMT), vai se encontrar nos dias 13 e 14 de dezembro com uma delegação comunista em Xangai, informou Chang Jung-kung, diretor de assuntos chineses do KMT. O objetivo é preparar uma rodada de conversas entre os dois governos para o começo de 2009. A última rodada terminou em junho, depois de um intervalo de dez anos, marcado por ameaças militares.

Reuters |

"As negociações entre os dois lados foram bastante suaves e há muito trabalho a ser feito", disse Chang à Reuters.

A China reclama o poder sobre Taiwan desde 1949, quando as forças de Mao Tse Tung ganharam a guerra civil chinesa e o KMT, de Chiang Kai-shek, fugiu para a ilha. Pequim prometeu trazer Taiwan de volta para seu comando com o uso da força, se necessário.

Mas as relações melhoraram desde que o presidente Ma Ying-jeou subiu ao poder em Taiwan, em maio, adotando uma posição amigável à China.

No começo deste mês ambos os governos concordaram com uma cooperação financeira, em meio à piora dos problemas econômicos globais. As conversas vão abrir caminho para mais diálogos formais, segundo Chang.

(Por Ralph Jennings)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG