China e Rússia conduzirão manobras antiterroristas conjuntas

Pequim, 8 jul (EFE).- As Forças Armadas da China e Rússia iniciarão no próximo dia 22 manobras antiterroristas conjuntas, informou hoje a agência de notícias oficial chinesa Xinhua.

EFE |

Os exercícios militares durarão cinco dias e ocorrerão no nordeste da China e no extremo oriente russo, explicaram responsáveis militares de ambos os países. Cada nação enviará 1.300 militares.

China e Rússia já fizeram duas manobras similares em 2005 e 2007, sempre centradas na preparação para fazer frente a hipotéticas ameaças terroristas.

O porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Hu Changming, assegurou que os exercícios têm por objetivo "mostrar a capacidade de ambas as partes para fazer frente a qualquer tipo de ameaça à segurança".

As manobras militares são anunciadas em um momento de grave crise na região noroeste chinesa de Xinjiang, onde, segundo o Governo chinês, operam grupos terroristas, alguns vinculados à organização internacional Al Qaeda. EFE scf-abc/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG