China e Índia mostram ceticismo sobre proposta do G8 contra mudança climática

LAquila (Itália), 8 jul (EFE).- A China e a Índia demonstraram ceticismo diante da proposta sobre meio ambiente sugerida pela Presidência rotativa italiana do Grupo dos Oito (G8, formado pelos sete países mais industrializados do mundo, mais a Rússia), na cúpula na cidade italiana de LAquila.

EFE |

As declarações foram feitas pelo primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, na abertura da segunda sessão de trabalhos do G8 desta quarta-feira.

"Ontem me reuni com o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao e pude verificar um forte ceticismo. Devemos determinar o grau de acordo sobre o clima com a China e a Índia", disse Berlusconi, que explicou que, entre os líderes do G8, existe "um acordo consolidado" sobre o assunto.

O ministro de Assuntos Exteriores da Itália, Franco Frattini, em entrevista à rede de televisão italiana "Sky TG24", também confirmou o desacordo que existe entre alguns países sobre as medidas ambientais que devem ser aprovadas pelo G8.

Frattini comentou a proposta de sua delegação de cortar em 50% as emissões de gases de efeito estufa e de limitar a dois graus o aquecimento global.

Sobre a proposta de redução das emissões pela metade, a China e a Índia criticaram os países do G8, por não terem mantido seus compromissos sobre as ajudas financeiras e tecnológicas para a transição do uso de energias limpas nas potências emergentes. EFE mcs/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG