China e A.Latina decidem reforçar intercâmbio entre parlamentares

Pequim, 18 jul (EFE).- O presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da China, Wu Bangguo, e o presidente do Parlamento Latino-americano (Parlatino), Jorge Pizarro, acordaram reforçar os intercâmbios entre parlamentares, após uma reunião realizada em Pequim, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

"China e América Latina promoveram grandes cooperações nas áreas comercial, cultural, educacional e de defesa do meio ambiente", destacou Wu.

O chinês disse ainda que seu país e as nações latino-americanas estão em franco processo de desenvolvimento, o que faz as partes terem cada vez mais interesses em comum no âmbito da globalização.

Em resposta, Pizarro afirmou que a China desempenha um papel cada vez mais importante no mundo. Manifestou ainda o desejo de fortalecer os vínculos de amizade com a Assembleia Popular Nacional e contribuir para o fortalecimento das relações entre China e América Latina.

As trocas comerciais entre as duas partes totalizaram US$ 111,5 bilhões nos nove primeiros meses de 2008, o que significa um crescimento de 52% frente aos três primeiros trimestres de 2007.

Já as exportações chinesas para a América Latina cresceram 48,9% na comparação entre os dois períodos, para US$ 54,5 bilhões, enquanto as vendas latino-americanas ao gigante asiático saltaram 55,2%, para US$ 57 bilhões.

Os principais parceiros comerciais da China na região são Brasil, México e Chile. EFE mmp/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG