Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

China diz que nunca fará concessões territoriais ao Tibete

Pequim - A China anunciou hoje que nunca fará concessão nenhuma em questões relacionadas a sua soberania, inclusive sobre o Tibete.

EFE |

O anúncio acontece dias depois da última reunião entre representantes do governo de Pequim e do dalai lama.

O vice-ministro executivo do Departamento de Trabalho da Frente Unida do Partido Comunista Chinês (PCCh), Zhu Weiqun, disse que a "unificação da mãe pátria, a integridade territorial e a dignidade são questões de mais alto interesse", em declarações divulgadas pela agência oficial chinesa "Xinhua".

"Nunca faremos concessões" a respeito, acrescentou Zhu.

Na semana passada, o vice-presidente do Comitê Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês (CCPPC), Du Qinglin, e o próprio Zhu se reuniram em Pequim com dois representantes do dalai lama, Lodi Gyari e Kelsang Gyaltsen.

Zhu destacou hoje as grandes divergências existentes entre as duas partes, apesar das conversas "abertas e sinceras".

Acrescentou que não houve "progressos" nos encontros e afirmou que a parte tibetana "deveria se responsabilizar por tal fracasso".

Ele convidou o dalai lama a "fazer algo em benefício" do povo tibetano antes de sua morte.

"Depois de tudo, já é septuagenário e não se encontra em boas condições de saúde, e esperamos que entre na história como alguém de reputação infame", deixou claro Zhu.

A rodada de conversas mantida na semana passada, entre 31 de outubro e 5 de novembro, foi a nona entre representantes do governo chinês e enviados privados do dalai lama e a terceira só este ano.

Leia mais sobre: China - Tibete

Leia tudo sobre: chinatibete

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG