estabilidade social - Mundo - iG" /

China detém 10 mil em campanha de estabilidade social

Pequim, 13 ago (EFE).- A Polícia chinesa deteve 10 mil pessoas e confiscou mais de 50 mil armas, com o objetivo de manter a estabilidade social durante a celebração do feriado de 1º de outubro, informou a agência Xinhua.

EFE |

A China começou em março uma campanha, que durará até 1º de outubro, para "manter a estabilidade social durante o Dia Nacional", que este ano coincide com o 60º aniversário da fundação da República Popular da China, informou o Ministério da Segurança Pública.

Durante esta campanha, as autoridades encontraram cerca de 900 toneladas de explosivos e realizaram operações em mais de 500 oficinas ilegais de produção de armas, acrescentaram as fontes.

Mais de 60% das pistolas confiscadas foram entregues voluntariamente pelos cidadãos, disse a imprensa.

A posse de armas é ilegal na China, assim como a produção, venda e imitação, inclusive nos casos de imitações inócuas, de acordo com a legislação.

Por outro lado, a repressão do Governo, a insatisfação com as diferenças de renda entre ricos e pobres, e a corrupção nos cargos comunistas são alguns dos motivos do conflito social que se reflete em mais de 80 mil protestos todos os anos no país asiático, o que representa um risco para o Partido Comunista da China. EFE mmp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG