China detecta surto de gripe aviária no Tibete

Segundo as autoridades nenhum humano em contato com os animais foi afetado

EFE |

Um surto de gripe aviária foi detectado nas cercanias de Lhasa, capital da região autônoma do Tibete (sudoeste da China), informou o Ministério da Agricultura chinês através da agência "Xinhua".

Os laboratórios confirmaram a presença do vírus H5N1 em 290 aves de fazenda que morreram este mês, destacaram as autoridades, assinalando que a epidemia está "sob controle" e que por enquanto não afetou humanos em contato com os animais.

A região do surto, na localidade de Sangda, foi isolada e esterilizada, e 1.575 aves foram sacrificadas para evitar a extensão da doença, acrescentou a agência.

Mais de 300 pessoas morreram no mundo todo por gripe aviária desde que a doença apareceu pela primeira vez, em 2003, período no qual infectou 565 pessoas, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

    Leia tudo sobre: CHINA SAÚDE

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG