Tamanho do texto

A China recuou nos planos de reabir o Tibete ao turismo a partir de 1º de maio, informou uma fonte da secretaria de Turismo da região.

Ao ser questionado sobre o adiamento da reabertura da região aos turistas chineses e estrangeiros, um funcionário da secretaria de Turismo do Tibete afirmou à AFP por telefone: "Sim, porque as condições não estão maduras para isto".

A fonte, que não revelou sua identidade, mas alegou ser o diretor do escritório em Lhasa, capital do Tibete, acrescentou que não foi fixada uma data para a reabertura.

O Tibete foi fechado aos turistas após os violentos protestos em Lhasa no dia 14 de março, que se propagaram às regiões vizinhas.

De acordo com a organização International Campaign for Tibet, com sede nos Estados Unidos, o Tibete corre o risco de ser reaberto ao turismo somente depois dos Jogos Olímpicos de Pequim (8-24 de agosto).

dma/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.