China desenvolve fármaco para manter soldados acordados por 3 dias

Composição, funcionamento e possíveis efeitos colaterais da droga chamada "Águia Noturna" não foram revelados

EFE |

As Forças Armadas da China, as maiores do mundo em número de soldados, desenvolveram um fármaco capaz de manter seus soldados acordados e com energia suficiente durante 72 horas seguidas, informa neste domingo o jornal "South China Morning Post".

A droga, idealizada para missões especiais, leva o nome de "Águia Noturna" e foi apresentada em uma exposição sobre as conquistas da Academia Militar de Ciências Médicas, por ocasião do 60º aniversário.

A composição, o funcionamento e os possíveis efeitos colaterais do fármaco não foram revelados, dado o sigilo característico no meio militar chinês.

O acadêmico Wang Lin, em declarações à televisão estatal "CFTV", indicou que a droga foi expressamente idealizada para uso militar, pensando em atividades como operações de resgate em terremotos, inundações e outros desastres naturais que costumam castigar o país.

    Leia tudo sobre: chinadefesaexércitofármaco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG