China descarta chegada de tsunami ao seu litoral

PEQUIM - O Centro Nacional de Previsão Meio Ambiental e Marítimo da China descartou a chegada de um tsunami ao litoral do país provocado pelo terremoto registrado no Chile, devido à grande distância que separa ambos os países.

EFE |

Segundo informou hoje a agência oficial de notícias "Xinhua", a China não se verá afetada pelas ondas provocadas pelo tremor de 8,8 graus de magnitude que assolou este sábado o país sul-americano.

Outros países asiáticos, como o Japão, emitiram alerta de tsunami perante a possível chegada de ondas que poderiam alcançar os três metros de altura.

Por outro lado, a Administração de Terremotos da China informou que, segundo suas medições, o tremor alcançou os 8,8 graus de magnitude na escala aberta de Richter.

Até o momento, o Chile confirmou 300 mortos, 15 desaparecidos e grande quantidade de danos materiais. EFE gmp/ma

    Leia tudo sobre: chinaterremoto no chiletsunami

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG