As autoridades chinesas desarticularam dois grupos terroristas que atuavam na região autônoma de Xinjiang (noroeste), de população majoritariamente muçulmana, informa a imprensa oficial.

A China alega enfrentar uma ameaça terrorista iminente nesta região do país, que faz fronteira com o Paquistão e várias antigas repúblicas soviéticas da Ásia Central.

Pequim anunciou em março ter desmantelado no início do ano um grupo terrorista que planejava cometer atentados durante os Jogos Olímpicos de Pequim. Também revelou ter frustrado uma tentativa de ataque contra um avião comercial que voava entre Urumqi, capital de Xinjiang, e Pequim.

dma/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.