China defende restrições à exportação de matérias-primas

A China defendeu nesta segunda-feira, em nome da proteção do meio ambiente, suas restrições à exportação de determinadas matérias-primas, reagindo a informações de que a União Europeia e a Estados Unidos levarão a questão com Pequim ante a Organização Mundial do Comércio (OMC).

AFP |

Bruxelas e Washington querem abrir consultas com a China sobre esse assunto em 22 de junho, primeira etapa do processo de solução de divergências na OMC.

O porta-voz do minstério do Comércio chinês, Yao Jian, declarou: "As restrições à exportação de certos bens poluentes e altamente consumidores de energia pretendem melhorar o ambiente do comércio mundial e a estrutura das exportações chinesas, assim como reforçar as medidas de proteção do meio ambiente. Não há política comercial perfeita", afirmou.

wf/ph/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG