Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

China dá apoio militar ao Sudão, apesar de embargo (BBC)

A China está violando o embargo de venda de armas ao Sudão, decretado pela ONU em março de 2005, entregando a esse país equipamento militar e treinando seus pilotos para os caças chineses, revelou a rede britânica BBC, neste domingo.

AFP |

A emissora disse que a China se negou a comentar a informação, enquanto que um painel de especialistas das Nações Unidas pediu para examinar as provas reunidas por sua equipe de repórteres. A matéria vai ao ar na segunda-feira.

Citando duas fontes confidenciais, a BBC anunciou que a China está treinando pilotos para seus aviões de caça Fantan e que o Sudão importou vários simuladores de vôo, denominados K8, há dois anos.

A emissora conseguiu fotos dos aviões, que teriam sido entregues ao Sudão em 2003, no aeroporto de Nyala, no sul de Darfur, mês passado. Os aparelhos fizeram várias missões, de Nyala, em fevereiro, acrescentou a BBC.

Os repórteres também descobriram um caminhão militar Dong Feng, de fabricação chinesa, nas mãos de um grupo rebelde, que, segundo testemunhas, foi apreendido pelas forças governamentais sudanesas em dezembro.

Um segundo veículo foi filmado pelo grupo rebelde, utilizando uma câmera da BBC. A emissora disse ainda que ambos os caminhões transportavam canhões antiaéreos, um deles de fabricação chinesa.

Os caminhões fazem parte de um lote de 212 Dong Feng que, de acordo com a ONU, a China enviou para o Sudão, após a imposição do embargo.

Desde 2003, as forças do governo, apoiadas pelas milícias árabes janjaweed, lutam contra os movimentos rebeldes de Darfur. Os confrontos já deixaram 300.000 mortos e provocaram o deslocamento de 2,2 milhões de pessoas, segundo a ONU. Já Cartum fala em 10.000 mortos.

A China, primeiro comprador de petróleo sudanês e importante investidor nesse país africano, foi acusada, várias vezes, de não interceder junto do governo sudanês para que ponha fim à violência.

psr/tt

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG