China critica encontros de conselheiros de Obama com Dalai Lama

A China reiterou nesta terça-feira a oposição a qualquer encontro de funcionários de governos estrangeiros com o Dalai Lama, depois das reuniões do líder espiritual tibetano com conselheiros do presidente americano Barack Obama.

AFP |

"A posição da China nos assuntos relacionados ao Tibete é muito clara. Somos firmemente contrários a qualquer encontro de funcionários oficiais estrangeiros com o Dalai Lama", afirmou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores, Jiang Yu.

"Os Estados Unidos conhecem claramente a posição chinesa", completou.

frb-pt/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG