China confirma reunião informal de ministros sobre crise norte-coreana

Pequim, 17 jul (EFE).- A China reconheceu hoje que os seis ministros de Assuntos Exteriores dos países que participam da resolução do conflito nuclear norte-coreano manterão uma reunião informal durante a reunião da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) que será realizada em Cingapura, no domingo.

EFE |

As duas Coréias, Estados Unidos, Rússia, Japão e China iniciaram o diálogo multilateral em 2003 e, após a Coréia do Norte ter realizado seu primeiro teste nuclear em 2006, os seis países chegaram a um acordo no ano passado para oferecer ajuda em energia e concessões políticas a Pyongyang, em troca do desmantelamento de seu arsenal.

No sábado passado, concluiu em Pequim a segunda fase deste acordo, que inclui a verificação da declaração sobre o programa nuclear apresentado pela Coréia do Norte em junho.

A China "não vê nenhum problema" em realizar uma "reunião informal" durante a reunião da Asean, disse hoje o porta-voz da Chancelaria chinesa, Liu Jianchao, em entrevista coletiva. EFE mz/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG