China confirma encontro em breve com representantes do Dalai Lama

A China confirmou nesta quarta-feira um encontro em breve com representantes do Dalai Lama e pediu ao líder espiritual dos tibetanos, que vive exilado na Índia, que aproveite a oportunidade.

AFP |

A agência oficial Xinhua (Nova China) anunciou que "as autoridades centrais chinesas organizarão uma nova sessão de contatos e negociações com os representantes privados do Dalai Lama em um 'futuro próximo'".

A agência não mencionou uma data nem o local do encontro.

De acordo com uma fonte do governo não indentificada pela Nova China, o Dalai Lama "deveria aproveitar a oportunidade e responder positivamente às condições apresentadas pelas autoridades centrais chinesas em contatos anteriores".

O anúncio foi feito dois dias depois do Dalai Lama ter revelado que perdeu as esperanças de prosseguir negociando com a China uma autonomia para o Tibete e que estuda modificar sua política nesta área.

Os dirigentes tibetanos no exílio pretendem examinar todas as opções em uma reunião em novembro em Dharamsala, norte da Índia, onde o Dalai Lama está exilado desde 1959, segundo Tenzin Takhla, muito ligado ao líder espiritual tibetano.

Emissários do Dalai Lama e Pequim começaram a negociar oficialmente em 2002 sobre o status do Tibete. O último encontro aconteceu há alguns meses.

frb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG