China conclui que aditivo achado na marca de leite Mengniu é inócuo

Pequim, 15 fev (EFE).- O Ministério chinês de Saúde concluiu que o aditivo conhecido como OMP na sigla em inglês (Osteoblast Milk Protein) achado no leite da marca Mengniu é inócuo, segundo informou hoje a agência oficial Xinhua.

EFE |

Em comunicado em seu site, o Ministério assegura que a proteína láctea investigada "não é daninha para a saúde humana".

Há duas semanas, as autoridades chinesas ordenaram a Mengniu que parasse a produção do leite Milk Deluxe após achar OMP em seu conteúdo, com o objetivo de fazer mais testes para se assegurar que o aditivo não apresentava complicações.

Após as análises, o Ministério da Saúde certificou-se que a proteína, importada da Nova Zelândia - onde passou por todos os controles de qualidade -, é segura.

A empresa chinesa alegou em sua defesa que a mencionada proteína é "material comum" em mercados de todo o mundo e que se usa de maneira generalizada em países como Japão e Estados Unidos. EFE gmp/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG