China começa luto nacional de três dias

A China deu início, nesta segunda-feira (hora local), a um período de luto nacional de três dias, em homenagem às milhares de vítimas do terremoto que devastou o sudoeste do país, há uma semana.

AFP |

Desde o amanhecer, como manda a tradição, a bandeira nacional foi hasteada pelos soldados na praça Tiananmen, coração de Pequim, em frente do retrato gigante de Mao Tsé-tung, e, então, colocada a meio pau.

Essa cena se repetiu em todo o país, na fachada dos prédios públicos.

As bandeiras também ficarão a meio pau nas missões diplomáticas chinesas no exterior e em Hong Kong, onde as autoridades decidiram se somar ao luto da China.

Às 14h28 (3h28 de Brasília), hora exata do terremoto ocorrido no dia 12 de maio, a população fará três minutos de silêncio, e sirenes e buzinas ecoarão por todo o território.

O revezamento da tocha olímpica foi suspenso durante esses três dias, assim como todas as festividades públicas.

De acordo com o último balanço, divulgado no domingo pelo governo, o terremoto deixou 32.476 vítimas fatais confirmadas. A estimativa oficial é de que esse número possa ultrapassar 50.000 mortos.

gca/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG