China: chuvas torrenciais obrigam evacuação de 150.000 pessoas

O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, ordenou neste sábado que as autoridades locais garantam a segurança das represas para controlar as inundações que atingem o sul da China, onde 150.000 pessoas já foram evacuadas por causa das chuvas torrenciais.

AFP |

Wen tomou a decisão após ver um vídeo que mostra trabalhadores tentando consertar os diques, em um esforço para prevenir o rompimento da represa de Kama, na província de Guangxi, no sul, indicou o governo local em seu site.

"É preciso garantir a segurança das pessoas e fazer todo o possível para garantir a segurança da represa", afirmou Wen, citado pelo comunicado.

A agência Xinhua informou que 7.500 pessoas que moram na zona da represa foram evacuadas. Outras 47.000 foram retiradas do distrito de Rongshui, em Guangxi, depois que o rio Rong transbordou.

As chuvas não deram trégua ao sul do país nas últimas semanas, deixando dezenas de mortos e desaparecidos e provocando a evacuação de mais de 100.000 pessoas, anunciaram os meios de comunicação chineses nesta sexta-feira.

Ainda de acordo com a Xinhua, 12 pessoas morreram e oito continuam desaparecidas depois das inundações de sexta-feira nas províncias e regiões de Jiangxi, Guizhou, Fujian e Guangxi, que se somam às 11 mortes registradas na quinta-feira.

sai/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG