China bloqueou acesso ao site do jornal The New York Times

PEQUIM (Reuters) - A China, amplamente criticada por sua censura à imprensa, esta semana bloqueou o acesso ao site do The New York Times, informou o jornal neste sábado. Quando os usuários da rede em cidades como Pequim, Xangai ou Guangzhou tentaram acessar na sexta-feira o endereço nytimes.com, receberam uma mensagem informando que o site não estava disponível, disse o jornal americano.

Reuters |

Não havia acesso algum ao site a partir de Pequim no sábado sem a proteção de uma rede virtual privada (VPN, na sigla em inglês). A Secretaria de Informação da China afirmou que não tinha nenhuma informação sobre o caso.

O ministro do Exterior disse esta semana que a China, que havia afrouxado seu controle sobre a Internet antes e durante as Olimpíadas de Pequim, em agosto, estava dentro de seu direito de bloquear websites com conteúdo ilegal perante as leis chinesas.

A China normalmente bloqueia sites que acha inapropriados, particularmente aqueles relacionados ao Tibete ou críticos ao Partido Comunista.

O país tem o maior número de usuários de Internet, permitindo que seus cidadãos tivessem um aumento no acesso às informações. No entanto, a China estabeleceu um grupo de profissionais que policia a Internet para remover conteúdo sensível e posts, blogueiros que cruzam os limites e bloquear o acesso a certos sites.

(Reportagem de Nick Macfie)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG