China assegura que Coréia do Norte entregará declaração nuclear

Pequim, 26 jun (EFE).- O chefe da delegação da China nas negociações de seis lados sobre o desarmamento nuclear norte-coreano, Wu Dawei, anunciou hoje que a Coréia do Norte cumprirá o compromisso de apresentar sua declaração atômica, mas não especificou quando isso acontecerá nem qual será seu conteúdo exato.

EFE |

Wu leu à imprensa um comunicado que inclui um elogio aos Estados Unidos pelo compromisso de tirar a Coréia do Norte de sua lista de países que apóiam o terrorismo, e de suspender as sanções comerciais que impõe ao regime de Pyongyang.

A Coréia do Norte tinha se comprometido a apresentar antes do fim do ano passado seu inventário nuclear em um acordo firmado pelas seis partes envolvidas nas negociações para a desnuclearização da península coreana (as duas Coréias, EUA, Rússia, Japão e China).

O anúncio coincide com a visita no domingo e na segunda-feira à China da secretária de Estado americana, Condoleezza Rice.

Pyongyang realizou seu primeiro teste nuclear em outubro de 2006, sem cumprir um compromisso firmado em 2005 para abandonar seu programa atômico.

No entanto, em 2007 se comprometeu a desmantelar todas as suas instalações atômicas e a entregar um inventário nuclear.

Em troca, começou a receber ajuda energética e a promessa de uma normalização de suas relações com os EUA e a comunidade internacional. EFE gmp/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG