China anuncia prisão de grupo terrorista em Xinjiang

Um grupo terrorista foi detido em Xinjiang, noroeste da China, em posse de material destinado a fabricar explosivos, anunciou nesta quarta-feira a agência oficial Xinhua (Nova China).

AFP |

Com base em fontes do serviço antiterrorista do país, a agência informou que seis membros de um "grupo terrorista", incluindo o líder do mesmo, foram presos nos subúrbios da cidade de Aksu, na zona noroeste da região autônoma de Xinjiang, que tem população majoritariamente muçulmana.

Os suspeitos planejavam realizar atentados, segundo a polícia, que não revelou a data das detenções.

A capital de Xinjiang, Urumqi, foi cenário em julho de distúrbios étnicos que deixaram 200 mortos segundo as autoridades, muito mais de acordo com a dissidência uigur.

Em setembro foram registrados novos problemas após uma série de misteriosos atentados com seringas dirigidos principalmente contra membros da etnia han, majoritária na China, e atribuídos pelas autoridades aos separatistas muçulmanos.

jg/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG