China anuncia duas penas de morte por atentado em região muçulmana

Dois homens acusados de terem cometido em agosto um atentado que deixou 17 mortos na região muçulmana chinesa de Xinjiang (noroeste) foram condenados à morte, informou nesta quarta-feira a agência oficial Xinhua (Nova China).

AFP |

A sentença foi pronunciada por um tribunal de Xinjiang, segundo a agência.

O ataque, atribuído a muçulmanos de etnia uigur, aconteceu em 4 de agosto, quatro dias antes da abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim, e foi cometido contra um posto de polícia de Kashgar, no oeste da China: 17 pessoas morreram e 15 foram feridas.

frb/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG