China adverte França contra reunião de Sarkozy com o Dalai Lama

A China advertiu nesta sexta-feira que a reunião prevista entre o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o Dalai Lama, líder do budismo tibetano, pode prejudicar as relações entre Pequim e Paris.

AFP |

"As relações entre França e China, e entre a Europa e a China, tem melhorado e se desenvolvem bem; isto foi conseguido com não poucos esforços e merece ser preservado", afirmou o porta-voz do ministério das Relações Exteriores de Pequim, Qin Gang.

Sarkozy deve se encontrar com o Dalai Lama no dia 6 de dezembro na Polônia.

"Pedimos a França que considerar os interesses gerais, preserve o princípio de uma só China, respeite seus compromissos, tenha em consideração as preocupações chinesas e administre corretamente o problema", acrescentou o porta-voz.

frb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG