Tamanho do texto

Pequim - O governo chinês reconheceu pela primeira vez que o número de mortos no terremoto que devastou o sudoeste do país no dia 12 de maio vai superar os 80 mil.

Com isso, Pequim admite que os mais de 18 mil desaparecidos no tremor não sobreviveram à tragédia.

Clique na imagem e veja o infográfico sobre o terremoto na China



O vice-primeiro-ministro Hui Liangyu foi o encarregado de informar estes dados, depois de confirmar a morte de 69.181 pessoas e o desaparecimento de outras 18.498, em declarações publicadas hoje pelo jornal oficial "China Daily".

Leia mais sobre: Terremoto na China

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.