Santiago do Chile, 23 ago (EFE) - Os chilenos pagarão os ingressos mais caros da América Latina para ver a turnê Sticky & Sweet da cantora americana Madonna, que se apresentará em Santiago em 10 de dezembro, informou a produtora do show. Após a apresentação no Chile, a estrela atuará no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, em 14 de dezembro, e no estádio do Morumbi, em São Paulo, no dia 18 do mesmo mês. Os preços que os fãs chilenos da diva terão que pagar para vê-la no Estádio Nacional de Santiago vão de US$ 44 (cerca de R$ 72) até US$ 398 (aproximadamente R$ 650). Vale lembrar que, no Brasil, as entradas inteiras custam entre R$ 160 e R$ 600.

Segundo a produtora do concerto, Time For Fun (T4F), cada pessoa só poderá comprar no máximo seis ingressos, para evitar a revenda e outros negócios igualmente ilícitos.

O diretor da produtora, Francisco Goñi, afirmou que as entradas começarão a ser vendidas em 27 de agosto para os fãs que, no começo do ano, se inscreveram no clube oficial do site da artista, enquanto para o público geral estarão disponíveis a partir de 10 de setembro.

Um total de 250 pessoas farão a montagem das apresentações da turnê, que será uma das últimas da carreira da diva, segundo disse a própria cantora em algumas ocasiões.

Madonna fará um show de duas horas, acompanhada de 16 dançarinos e 12 músicos, com um repertório que inclui antigos sucessos e músicas do disco novo.

O custo total da apresentação da cantora no Chile se aproxima de US$ 4 milhões, e a metade do valor corresponderia a seus honorários, segundo a imprensa local. EFE mw/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.