Santiago do Chile, 5 mar (EFE).- O Governo do Chile iniciará na semana que vem uma campanha de vacinação contra a hepatite e o tétano para proteger cerca de 80 mil desabrigados pelo terremoto do último sábado.

O Ministério da Saúde chileno informou hoje em comunicado que a iniciativa pretende proteger as pessoas que não puderem ir até um consultório médico, principalmente as que estão em albergues ou mesmo nas ruas.

"Estamos falando de perto de 80 mil pessoas, (mas) pode ser um número menor", explicou à rádio "Cooperativa" o subsecretário de Saúde, Julio Montt.

A vacinação começará com as doses contra a hepatite, enquanto a vacina antitetânica será aplicada também em todas as pessoas que participam dos trabalhos de resgate, como medida excepcional de prevenção.

Além disso, nesta sexta-feira, uma equipe de 101 profissionais do Ministério da Saúde partiu em direção às regiões de Maule e Bío-Bío, as mais afetadas pelo terremoto, onde médicos, enfermeiros e estudantes de medicina e enfermaria trabalharão durante dez dias.

EFE rt/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.