SANTIAGO (Reuters) - Dois tremores fortes voltaram a sacudir a capital chilena Santiago nesta quinta-feira, segundo testemunhas da Reuters, pouco antes da posse do presidente eleito Sebastián Piñera. O Chile foi atingido por um terremoto de magnitude 8,8 no dia 27 de fevereiro, deixando centenas de mortos.

Segundo o Serviço Geológico dos EUA (USGS, na sigla em inglês), uma das réplicas alcançou magnitude 7,2.

A primeira réplica, que foi sentida com força na capital Santiago e no porto de Valparaíso, onde acontece a posse de Piñera com a presença de diversos chefes de Estado, foi registrada às 11h39.

O tremor seguinte, de força similar, aconteceu 17 minutos depois.

Autoridades não informaram de imediato registros de danos ou vítimas.

(Reportagem de Rodrigo Martínez)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.