SANTIAGO (Reuters) - O Chile registrou nesta quarta-feira 49 novos casos da gripe H1N1, elevando para 168 o número de casos confirmados da doença no país, entre crianças e adultos, dos quais somente uma mulher de 38 anos permanece em estado grave. O Chile é o país com maior número de infectados pela nova gripe na América do Sul.

Dos novos casos, 42 estão na capital chilena e o resto nas regiões da costa central e sul do país, informou o Ministério da Saúde.

O caso mais grave é de uma mulher, que sofre também de pneumonia, e que teve leve melhora dentro de seu complexo estado e segue respirando com ajuda de aparelhos em hospital de Santiago.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, já são 46 países afetados e 13.000 infectados pela nova gripe.

(Reportagem de Antonio de la Jara)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.