Chile registra primeiro caso de gripe H1N1 no país

SANTIAGO (Reuters) - O Chile informou neste domingo ter identificado o primeiro caso de gripe A H1N1 em uma cidadã chilena que chegou no país no sábado, vinda da República Dominicana, após uma escala no Panamá. O Ministério da Saúde também informou que espera nas próximas horas os resultados do exame de outra pessoa, que acompanhou na viagem a mulher infectada, de 32 anos, que permanece internada em um hospital de Santiago.

Reuters |

"A paciente está isolada no Hospital del Tórax. Ela está em boas condições de saúde, está recebendo seu tratamento antiviral", informou a jornalistas o ministro da Saúde, Alvaro Erazo.

O ministro disse que a mulher, cuja identidade se manteve reservada, viajou no voo 437 da Copa Airlines, que desembarcou em Santiago na madrugado do sábado, e assegurou que o restante dos passageiros, além da tripulação da aeronave, estão sendo localizados para seu "isolamento voluntário" e para que "façam um acompanhamento diário da saúde."

Erazo afirmou que o scanner de febre instalado no aeroporto internacional da capital chilena permitiu detectar a paciente infectada.

Com esta confirmação, o Chile se soma a Colômbia, Brasil, El Salvador, Costa Rica, Argentina, Peru e Equador, os países da América Latina com casos de pessoas infectadas pelo vírus.

(Reportagem de Antonio de la Jara, Manuel Farías e Mónica Vargas)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG