Santiago do Chile, 10 jul (EFE).- O ministério da Saúde do Chile confirmou hoje, em seu último relatório, que 25 pessoas morreram em decorrência de gripe suína e que o número de contagiados subiu para 9.

549, dos quais 406 ainda estão em estado grave.

Segundo a autoridade sanitária, dos casos confirmados por laboratório 4,2% necessita hospitalização.

Além disso, informou que registrou um aumento de casos confirmados entre menores de 5 anos, que concentram 14% dos casos, no entanto, assinalou que as crianças em idade escolar, entre os 5 e 19 anos, contínua sendo a fatia da população mais vulnerável, com 50%.

Em seu relatório, o ministério da Saúde afirma que o número total de leitos públicos disponíveis para tratar infecções respiratórias chega a 6.500, das quais 2.572 foram convertidas para estes casos.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mc/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.