Chile pede que ONU ajude afetados por terremoto

Genebra, 1 mar (EFE).- O Chile pediu hoje à ONU ajuda concreta aos afetados pelo terremoto que atingiu o país no último sábado, deixando pelo menos 700 mortos.

EFE |

A porta-voz do Escritório para a Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Ocha, na sigla em inglês), Elisabeth Byrs, disse à Agência Efe que o embaixador chileno nas Nações Unidas em Genebra, Carlos Portales, se reuniu hoje com representantes da entidade e pediu o envio de equipes para que façam uma avaliação dos danos.

"As equipes de avaliação de danos estavam prontas e à espera.

Agora, falta apenas o sinal verde para mandarmos especialistas que já estão na região", explicou a porta-voz.

Segundo o embaixador, são necessários pontes móveis, telefones via satélite, geradores elétricos e tendas de campanha.

O diplomata também pediu hospitais de campanha, equipamentos cirúrgicos e centros de diálises.

De acordo com os últimos números oficiais, o terremoto de 8,8 graus na escala Richter que atingiu o Chile causou a morte de mais de 700 pessoas e deixou dois milhões de desabrigados. Pelo menos um milhão de imóveis ficaram destruídos ou danificados, e os danos em infraestruturas ainda não foram quantificados. EFE mh/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG