Chile mantém em estudo 4 casos suspeitos de gripe suína

Santiago do Chile, 2 mai (EFE).- O Governo chileno mantém em estudo quatro casos suspeitos de gripe suína em três regiões do país, depois que, de 80 casos estudados, 59 foram descartados e 17 não correspondessem à definição de suspeitos.

EFE |

O Instituto de Saúde Pública não confirmou nenhum caso desta doença no Chile, onde as suspeitas só se mantêm em dois casos localizados na Região Metropolitana de Santiago, um na região de Valparaíso e outro em Araucanía.

Nos últimos dias, houve uma redução do número de casos suspeitos, já que, no início desta semana subiam para 26, enquanto, na quinta-feira, foram avaliados em 16 e ontem caíram para quatro.

O Ministério da Saúde anunciou também que, na próxima semana, chegarão de Atlanta (EUA) "reativos de diagnóstico específico", ou seja, sequenciadores genéticos moleculares que permitirão confirmar os casos de gripe suína no Chile.

No entanto, mesmo que estes testes sejam positivos, terão que ser confirmados pelo Centro para o Controle e a Prevenção de Doenças de Atlanta, como último passo necessário estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). EFE frf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG