Chile identifica mais 90 mortos por terremoto; total chega a 432

SANTIAGO (Reuters) - O governo do Chile informou nesta terça-feira que subiu para 432 o número de mortos identificados pelo terremoto que devastou grande parte do centro e sul do país em fevereiro. Anteriormente, o governo havia dito que 342 pessoas haviam morrido no terremoto de magnitude 8,8 do dia 27 de fevereiro.

Reuters |

Outras 98 pessoas ainda permanecem desaparecidas como resultado do tremor e os tsunamis que varreram povoados inteiros na costa do Chile.

O número de mortos pelo terremoto causou polêmica depois que as autoridades diminuíram o número de vítimas por erros nas contas iniciais.

"Vamos nos aproximando cada vez mais do número final", disse a jornalistas Ena von Baer, porta-voz do governo chileno.

O terremoto atingiu mais de 2 milhões de pessoas e causou danos materiais estimados em 30 bilhões de dólares. A reconstrução de casas, estradas, pontes e edifícios pode levar até quatro anos.

(Reportagem de Juan José Lagorio)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG