Chile envia 40 toneladas de ajuda ao Haiti

Santiago do Chile, 14 jan (EFE).- Um avião da Força Aérea do Chile saiu hoje para o Haiti com 40 toneladas de ajuda para os desabrigados pelo terremoto, junto com pessoal médico, especialistas em resgate e parentes de duas chilenas desaparecidas na catástrofe.

EFE |

Assim informou o ministro da Defesa, Francisco Vidal, que precisou que o avião, um Boeing 767, decolou às 3h local (4h de Brasília) e que, no mesmo, viajou Juan Gabriel Valdés, designado delegado presidencial para o Haiti pela presidente chilena, Michelle Bachelet.

Valdés foi há alguns anos chefe da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah), e com ele viajou também a subsecretária dos Carabineiros (Polícia militarizada), Javiera Blanco.

Quanto à carga, consiste principalmente em equipamentos de resgate, remédios, provisões, tendas e água.

Em declarações à rádio "Cooperativa", Vidal disse que se descartou que haja mais vítimas chilenas no Haiti, e afirmou que os únicos casos confirmados são os de Andrea Loi e María Teresa Dowling, ambas desaparecidas.

Vidal, que reiterou o compromisso do Chile com o Haiti, disse que a situação é tão caótica que o embaixador chileno em Porto Príncipe, Marcel Young, está com 60 pessoas hospedadas no pátio da representação diplomática.

O ministro disse que o Governo enviará outro avião com ajuda nos próximos dias e que um navio da Marinha está se preparando com o mesmo propósito.

O terremoto de 7 graus na escala Richter aconteceu às 19h53 de Brasília da terça-feira e teve epicentro a 15 quilômetros de Porto Príncipe, a capital do Haiti. O primeiro-ministro do país, Jean Max Bellerive, cifrou o número de mortos em "centenas de milhares".

O Exército brasileiro confirmou que pelo menos 14 militares do país que participam da Missão de Estabilização das Nações Unidas no Haiti (Minustah) morreram em consequência do terremoto.

A brasileira Zilda Arns, fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança, ligada à Igreja Católica, também morreu no tremor. EFE ns/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG