SANTIAGO (Reuters) - Cerca de 500 pessoas ficaram feridas pelo devastador terremoto e os tsunamis que assolaram o Chile no fim de semana, disse o governo nesta terça-feira. Essa é a primeira vez que o numero de feridos pelo tremor é informado oficialmente.

O ministro da Saúde, Alvaro Erazu, explicou a jornalistas que 100 pessoas se encontravam em estado grave.

O terremoto de sábado, um dos mais poderosos dos últimos 100 anos e que foi seguido por tsunamis, deixou ao menos 723 mortos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.