Chile descarta projeto de Niemeyer para centro cultural em Valparaíso

SANTIAGO DO CHILE - Um grupo de jovens arquitetos ganhou um concurso para a revitalização de um parque cultural em Valparaíso, no Chile, em um processo que teve a participação do brasileiro Oscar Niemeyer, cujo projeto foi recusado por não se ajustar à cidade. No local funcionava, até abril de 1999, uma prisão que depois foi transformada em um parque cultural.

Agência Ansa |

Em uma primeira etapa, Niemeyer havia doado um projeto de reestruturação para o parque, mesmo sem conhecer a cidade. Porém, a comunidade de Valparaíso rejeitou a proposta por considerar que não se ajustava ao cenário local, a 140 quilômetros a oeste de Santiago e tombado como Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

A proposta vencedora, selecionada entre 114 projetos e que receberá um orçamento de mais de US$ 11 milhões, concentra-se na intervenção das construções já existentes no terreno de 19 mil metros quadrados.

Segundo o arquiteto Martín Labbé, que integra a equipe vencedora, o projeto consiste em fazer um "centro cultural entendido como um espaço aberto à comunidade" e, dessa maneira, "parte integrante da cidade".

De acordo com a ministra de Cultura, Paulina Urrutia, o concurso público foi um processo legitimado "pela grande convocação de arquitetos, pela ativa participação cidadã na elaboração das bases e pelo alto nível profissional do júri que selecionou a proposta vencedora".


Leia mais sobre arquitetura

    Leia tudo sobre: arquitetura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG