Santiago do Chile, 22 mai (EFE).- O Governo do Chile confirmou hoje 15 novos casos da gripe suína no país, com o que já chegam a 44 as pessoas infectadas pelo vírus, que levou ao fechamento de várias escolas.

A subsecretária de Saúde interina, Cecilia Morales, confirmou que os novos casos correspondem à região metropolitana de Santiago, de 6,2 milhões de habitantes, e que grande parte deles não são graves.

"A maioria dos infectados estão se recuperando em casa ou estão sendo tratados em clínicas particulares", comentou.

A gripe deixou até agora 78 mortos e 3.930 infectados no México, enquanto os Estados Unidos confirmaram nove mortes e 6.552 doentes.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE mc/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.