Chile anuncia plano de reconstrução de casas após terremoto

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou nesta segunda-feira um plano de reconstrução e subsídios de US$ 2,5 bilhões para milhares de casas danificadas depois do terremoto que atingiu o país em 27 de fevereiro. Em um ato público, Piñera disse que 370.051 moradias foram afetadas pelo desastre.

iG São Paulo |

"O custo desse programa chega a US$ 2,543 bilhões e esperamos poder assumir esta responsabilidade durante os próximos 24 meses complementando o orçamento normal que tinha o Ministro da Habitação", disse Piñera.

Piñera disse que o Estado reconstruirá 133.994 moradias e subsidiará a reparação de 61.956 casas. Além disso, o presidente disse que 127.235 casas com danos totais ou parciais podem solicitar um subsídio para sua reparação ou reconstrução.

"Não (vamos) apenas reconstruir o que caiu, mas vamos reconstruir algo melhor, com novas tecnologias, com desenho mais amigável para as pessoas e também mais respeitoso ao meio ambiente e mais eficiente do ponto de vista energético", disse Piñera.

Para conseguir fazer a reconstrução da infraestrutura danificada, o governo avalia aumentar impostos para as empresas, emitir dívida em pesos ou dólares, assim como a utilização de fundos soberanos e reajustes orçamentários.

O terremoto de magnitude 8,8 e os tsunamis posteriores devastaram grande parte do centro-sul do Chile, em uma tragédia que deixou ao menos 400 mortos e danos de US$ 30 bilhões.

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: chileterremototerremoto no chile

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG