Chile anuncia envio de ajuda a vítimas de terremoto no Haiti

SANTIAGO (Reuters) - O Chile se comprometeu a enviar um avião com ajuda para as vítimas do terremoto de terça-feira no Haiti e um delegado especial para apoiar a nação caribenha. O Haiti teme que milhares de pessoas tenham morrido após o forte tremor, o pior em 200 anos a atingir o país, que demoliu escolas, hospitais, bairros humildes e até o palácio presidencial.

Reuters |

Em comunicado, a presidente chilena Michelle Bachelet disse que "junto com o envio de um avião com o que se necessita no Haiti, vou enviar um Delegado Presidencial que foi o primeiro chefe da Minustah, Juan Gabriel Valdés".

A Minustah é a Missão de Estabilização da Organização das Nações Unidas no Haiti e é atualmente liderada pelo Brasil.

"Faremos todo o necessário para auxiliar a república irmã do Haiti", acrescentou Bachelet.

Mais cedo, o ministro de Defesa, Francisco Vidal, disse a jornalistas que os 505 soldados chilenos das Forças de Paz que se encontram no Haiti passam bem. O ministro acrescentou que seguem as buscas por duas civis chilenas desaparecidas.

(Reportagem de Alvaro Tapia)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG