Cheney viaja ao Azerbaijão para conversar sobre segurança energética

O vice-presidente americano Dick Cheney viaja quarta-feira ao Azerbaijão, onde tentará obter garantias de segurança nos corredores energéticos para as entregas de gás e de petróleo ao Ocidente.

AFP |

Cheney também irá à Geórgia e à Uccrânia, e participará de um foro econômico na Itália.

A visita do vice-presidente à Geórgia é considerada como a expressão do apoio de Washington à ex-república soviética, arrasada pela ofensiva militar russa que seguiu a operação georgiana contra a região separatista da Ossétia do Sul.

Entretanto, para muitos analistas, a decisão de Cheney de ir primeiro para o Azerbaijão mostra que os Estados Unidos estão mais interessados no petróleo e no gás da região do Cáucaso.

"A visita de Dick Cheney se deve principalmente às questões energéticas. O Azerbaijão e a Geórgia integram um corredor pelo qual transitam o petróleo e o gás que abastecem a Europa", lembrou o especialista em política azeri Rassim Mussabekov.

"Os Estados Unidos querem obter do Azerbaijão garantias sobre a manutenção das entregas de gás e de petróleo via a Geórgia", afirmou.

O conflito russo-georgiano provocou temores de que os produtores de gás e de petróleo da região do Mar Cáspio, onde fica o Azerbaijão, possam suspender suas exportações de hidrocarbonetos aos países ocidentais.

Várias grandes empresas internacionais investiram muito dinheiro na construção de gasodutos e oleodutos para transportar gás e petróleo do Azerbaijão à Turquia via a Geórgia, antes de encaminhar estes hidrocarbonetos para os mercados ocidentais.

A Geórgia acusa a Rússia de ter bombardeado durante o conflito dois dos principais oleodutos do país, o Baku-Tbilisi-Ceyhan (BTC) e o Baku-Supsa, e o gasoduto do Cáucaso Sul, que transporta gás para a Turquia.

"Os Estados Unidos temem que o Azerbaijão passe a transportar seus hidrocarbonetos pela Rússia, e não mais pela Geórgia. Esta questão será um dos temas principais da visita de Cheney a Baku", destacou Vafa Guladze, ex-conselheiro da presidência do Azerbaijão.

tg/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG