Chegam ao Líbano 8 tripulantes de barco capturado por Israel

Beirute, 6 fev (EFE).- Oito dos 18 tripulantes e passageiros que viajavam a bordo do navio libanês interceptado nesta quinta-feira pelo Exército israelense quando rumava para a Faixa de Gaza chegaram hoje ao Líbano, informou a rádio estatal libanesa.

EFE |

Segundo a fonte, as oito pessoas, todas de nacionalidade libanesa, foram entregues na madrugada passada à Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul) na localidade fronteiriça de Nakura, sul do país.

Os outros, alguns dos quais são palestinos, estão sob proteção da ONU nas Colinas do Golã, perto da fronteira com a Síria, após terem sido libertados pelo Exército israelense, que confiscou a embarcação na qual viajavam.

Os tripulantes e passageiros que chegaram ao Líbano denunciaram que foram maltratados e algemados pelos soldados israelenses.

A abordagem israelense aconteceu depois que os soldados realizaram vários disparos de advertência contra a embarcação para tentar que se afastasse do litoral de Gaza, segundo uma correspondente da rede de televisão "Al Jazira" que viajava no barco.

O "Tali" partiu da cidade libanesa de Trípoli e tinha passado pelo porto cipriota de Larnaca em direção à Faixa de Gaza, carregado de ajuda humanitária para tentar romper o bloqueio imposto por Israel à faixa desde junho de 2007.

A bordo havia toneladas de remédios, produtos alimentícios, brinquedos, roupas, detergentes e bolsas de sangue, entre outros itens.

Segundo "Al Jazira", o navio está agora em Ashdod, no sul de Israel.

A abordagem da embarcação foi condenada de modo unânime pelos dirigentes libaneses, que pediram ajuda à comunidade internacional para resolver este assunto.

Trata-se da primeira embarcação estrangeira que tenta chegar à Faixa de Gaza depois do estabelecimento de um cessar-fogo, em 18 de janeiro, que colocou fim aos 22 dias de ofensiva israelense contra a região. EFE ks-ssa/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG